CPLP inicia ciclo de exposições para financiar erradicação da fome

CPLP inicia ciclo de exposições para financiar erradicação da fome

 

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) inaugura a 14 de maio, em Lisboa, a primeira de um ciclo de 50 exposições destinadas a angariar fundos para financiar projetos de erradicação da fome nos nove países lusófonos. Patentes nas mostras estarão obras, doadas para o efeito, de 50 artistas plásticos dos países de língua portuguesa, entre os quais Mário Cesariny, Alberto Trindade, Paulo Ossião, Laranjeira Santos, Moisés Preto Paulo, David Levy Lima, Lívio de Morais e Júlio Quaresma (a obra de Cesariny foi doada por Alberto Trindade, um dos seus discípulos), indicou a CPLP.

 

O Torreão Poente da Praça do Comércio acolherá, entre 14 e 31 de maio, a primeira exposição, que seguirá em junho para o Centro de Congressos do Estoril e que se prevê siga depois para outras cidades do país, como Santarém e Faro, e inicie uma digressão internacional até ao final do ano. O acervo que integra esta primeira exposição é composto fundamentalmente por telas, esculturas, cerâmicas e tapeçarias mas também por fotografia, incluindo as dez fotos vencedoras de um concurso de fotografia digital promovido ‘online’.

 

Com esta exposição, e com as que se seguirão, pretende-se valorizar o acervo, dando-lhe notoriedade e currículo para poder ser leiloado em 2016. No decorrer das exposições, as peças estarão devidamente identificadas e com um preço estabelecido pelo artista e pela campanha e, se forem vendidas, o artista compromete-se a repor o acervo com outra peça da sua autoria.

 

Sobre esta segunda peça, o autor doa 30 por cento à campanha ‘Juntos Contra a Fome’. Todas as peças com que o acervo começa são totalmente doadas à campanha, com direitos de imagem incluídos.

 

De acordo com a CPLP, os recursos obtidos com a venda direta ou em leilão das peças de arte doadas a favor da campanha ‘Juntos Contra a Fome’ vão permitir a implementação dos projetos selecionados que promovem o investimento na agricultura familiar sustentável e a proteção social de pessoas afetadas pela fome nos Estados membros da Comunidade.

 

A campanha ‘Juntos Contra a Fome’ apresenta-se como uma iniciativa desenvolvida pela CPLP em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) com o objetivo de mobilizar a sociedade para a construção de uma comunidade de povos livre da fome.

 

Fonte: Notícias ao Minuto/Agência Lusa/CPLP

(Até o momento, houve 112 acesso(s) a esta página)