Conselho de reitores busca mais interação entre as universidades cearenses

O Conselho de Reitores das Universidades Cearenses (Cruc) realizou, no dia 2/12, a última reunião deste ano. O vice-reitor da Unilab, Aristeu Lima, representou a instituição. Estavam presentes também o secretário de Ciência e Tecnologia do Estado, Inácio Arruda, e os reitores Fabianno Carvalho, da UVA, e Jackson Coelho, da Uece.

Houve uma apresentação de Cândido Bezerra Costa Neto, da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), sobre o Plano Nacional de Educação, o qual elencou as 10 diretrizes que vai desde a erradicação do analfabetismo, a universalização do atendimento escolar até a superação das desigualdades educacionais. Entre os dados apresentados um chamou atenção: são formados 1.340 mestres, por ano, no Brasil.

O conselho debateu ainda o envio de um ofício ao Governo do Estado do Ceará solicitando a liberação de verbas para a implementação do Programa de Bolsas de Produtividade em Pesquisa e Estímulo à Interiorização BPI – EDITAL Nº 09/2015, pela qual aguardam vários pesquisadores de Instituições do interior do estado, como a Unilab.

O secretário Inácio Arruda elogiou o convívio das universidades para discutirem os problemas e encontrarem soluções sem superposição das atividades. Nesse ponto, o reitor Fabianno Carvalho alertou que os avanços serão conquistados se houver participação. O vice-reitor da Unilab, Aristeu Lima, classificou como muito importante a interação entre as instituições. Ele anunciou o desejo da Unilab de ter um curso de Medicina no Maciço de Baturité.

O encontro ocorreu na Reitoria da Unifor. Ao final, a anfitriã, reitora Fátima Veras, acompanhou os participantes numa visita ao laboratório, onde diversas pesquisas estão em andamento, inclusive na área molecular, para a saúde humana e animal.

Atividades em 2016
O presidente do conselho, reitor da Urca, José Patrício, buscando uma maior interação entre as instituições, colocou em pauta o calendário de atividades para 2016, ficando acertado que as reuniões do Cruc ocorrerão na primeira quarta-feira dos meses de fevereiro, abril, junho, agosto, outubro e dezembro. Um seminário ficou programado para agosto e entre os pontos de pauta: a regulamentação das autonomias das universidades, institucionalização da educação a distância e mobilidade estudantil.

Fonte: Cruc via Assecom/Unilab

(Até o momento, houve 52 acesso(s) a esta página)