Projeto RIPES

Sem título-1O projeto RIPES foi apresentado pela UNILAB e aprovado durante a XXV Reunião dos Pontos Focais da CPLP, em julho de 2012, realizada em Maputo (capital de Moçambique). O seu objetivo principal é criar e fortalecer a comunicação entre as instituições públicas de ensino superior da CPLP e construir uma rede internacional, respeitando a soberania dos países e das instituições parceiras, e promovendo ações e intervenções de apoio técnico, administrativo e acadêmico, como estabelecem as diretrizes da UNILAB.

Este projeto foi idealizado e criado pela UNILAB, e conta com o apoio da Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores (ABC/MRE). Os seus recursos são geridos pelo Fundo Especial da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, junto ao Secretariado Executivo da CPLP (SECPLP), em Lisboa. Desde o início de suas atividades, no ano de 2012, essa rede tem realizado ações que visam a comunicação entre a UNILAB e as instituições públicas dos países da CPLP, o intercâmbio de conhecimentos, a construção de projetos que visem a mobilidade de docentes, discentes e servidores técnicos-administrativos (TAs), com vistas a auxiliar o desenvolvimento científico, tecnológico e cultural entre países e instituições parceiras.

Em 2013, novos passos foram dados rumo à consolidação da RIPES, com a intensificação das missões internacionais dirigidas à sede da CPLP (Lisboa), Maputo (Moçambique), Cabinda e Luanda (Angola) e Praia (Cabo Verde). Foram missões de articulação, adesão e de constituição da RIPES, envolvendo as áreas jurídica, contábil e financeira da cooperação técnica internacional; de inauguração do Escritório da RIPES na sede do SECPLP, em Lisboa; de contratação de técnicos para atuar nas atividades administrativas e de comunicação da Rede; de organização da equipe de trabalho; e, de consolidação e identificação de interlocutores permanentes que reforçam as parcerias estratégicas para o desenvolvimento da RIPES.

As instituições parceiras da RIPES são os ministérios da Educação ou Ensino; as instituições públicas de ensino superior; as empresas e os organismos internacionais. Os grupos-alvo são docentes, pesquisadores, estudantes, gestores, servidores TAs da UNILAB e das instituições públicas de ensino superior parceiras da RIPES.

(Até o momento, houve 1846 acesso(s) a esta página)